Curta a nossa pagina no facebook !!!






domingo, 11 de dezembro de 2016





Natal e Réveillon movimentam hotelaria de Foz do Iguaçu


Destino Iguaçu tem opções para todos os bolsos nas festas de fim de ano


Cataratas. Foto: Marcos Labanca
            A rede hoteleira de Foz do Iguaçu tem expectativa de bom movimento neste fim de ano. Pesquisa feita pelo Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) no começo deste mês revela ocupação média de 53% no Natal e de 71% no Réveillon 2017.
            O levantamento revela que os brasileiros são responsáveis por 82,5% das reservas nos meios de hospedagem no sábado (24) e domingo (25). As solicitações feitas por estrangeiros, principalmente argentinos, correspondem a 17,5% do total. Os hotéis cinco e quatro estrelas são os mais procurados.
            Já em relação à virada de ano o cenário difere um pouco. As reservas para o sábado, 31, e domingo, 1º, estão equilibradas entre as categorias. Conforme a projeção, os brasileiros são responsáveis por 84,5% dos apartamentos vendidos. Já os estrangeiros, sobretudo argentinos, são responsáveis por 15,5% do total.
            Conforme o presidente do Sindhotéis, empresário Carlos Silva, a expectativa é uma maior procura pelos dois feriados nos próximos dias, principalmente de moradores do Paraná, em especial da região Oeste.  Isso porque muitos turistas paranaenses deixam para definir as viagens de fim de ano em cima da hora.
            “O Destino Iguaçu é reconhecido pelas tradicionais festas temáticas no Réveillon e no Natal. A rede hoteleira e gastronômica têm pacotes atrativos para todos os bolsos. Além disso, os atrativos da fronteira são ótima opção para quem gosta de pegar a estrada para viajar em busca de lazer e entretenimento”, afirma.
            A amostragem tem com base no movimento projetado em 28 estabelecimentos. A cidade possui 176 meios de hospedagem e 27,5 mil leitos, conforme a versão mais recente do inventário da Secretaria Municipal de Turismo de Foz.
   Vista aérea da Cidade.  Foto: Marcos Labanca

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Gostou? Faça o seu comentário.