Curta a nossa pagina no facebook !!!






segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014





Parques Nacionais: um valioso apoio ao turismo do Brasil


Ministérios do Turismo e Meio Ambiente investem R$ 10,4 milhões em 16 unidades de conservação do país. O objetivo é melhorar a infraestrutura de acesso e aumentar o número de visitantes

O turismo de natureza é o segmento que mais cresce no mundo, de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT). A expansão está entre 15% e 25% ao ano e supera o turismo de negócios e o de sol e praia. As unidades de conservação brasileiras, no entanto, ainda contribuem pouco com o ecoturismo.
O potencial, por sua vez, é enorme. A natureza exuberante é uma das mais emblemáticas imagens do Brasil no exterior. Os parques nacionais exercem um forte apelo entre os visitantes estrangeiros. Não à toa, o país é considerado o primeiro em atrativos naturais, de acordo com o ranking de competitividade em turismo do Fórum Econômico Mundial, que avalia 140 nações.
O novo vídeo sobre Parques Nacionais, da série “Turismo em Cena”, divulgado nesta terça-feira (11), mostra como alguns parques estão se preparando para atrair mais visitantes, especialmente durante grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.
Para este ano, os ministérios do Turismo e do Meio Ambiente destinarão R$ 10,4 milhões a 16 parques nacionais, das cinco regiões do país. O objetivo é investir em infraestrutura, sinalização e ações de divulgação e promoção.
Entre os parques beneficiados pelo projeto está o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), no Rio de Janeiro. Para essa unidade foram destinados R$ 230 mil, para obras de melhoria do sistema de esgoto, elaboração e implementação de passarelas.

 
Série institucional

O Ministério do Turismo produziu uma série de oito curtas sobre as principais ações da pasta. A campanha “Turismo em Cena” destaca os programas de formação e qualificação profissional, investimentos em cidades históricas e turismo de negócios, além de avanços em competitividade, infraestrutura turística e reforço aos parques nacionais.

“Nossas metas são audaciosas, mas com trabalho e esforço conseguiremos cumprir os objetivos, entre eles, o de elevar o Brasil à condição de 3ª economia turística mundial até 2022”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

 
Assista também aos vídeos:Qualificação profissional
Cidades históricas
Competitividade
Transparência
Infraestrutura
Turismo de negócios
 

sábado, 22 de fevereiro de 2014





Bahia investe em profissionais do turismo

Estão abertas as inscrições para os cursos de qualificação em gestão no turismo. O objetivo é capacitar trabalhadores da área e estimular o setor
A Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) iniciou as inscrições para o Programa de Implantação da Rede de Inovação em Gestão do Turismo, que oferece cursos de qualificação a gestores municipais (secretário ou diretor de turismo) via ensino a distância e presencial, com aulas em Salvador, três dias por mês, durante seis meses.
O programa terá duração de 248 horas, com aulas teóricas e práticas e conteúdos que abordem cenários da administração pública com ênfase em gestão do turismo; além de legislações específicas; planejamento estratégico, entre outros. As informações estão disponíveis no site rededeinovacao.turismo.ba.gov.br.
A iniciativa da Bahia está em sintonia com um programa mais amplo de governo, o Programa Nacional de acesso ao Ensino Técnico e Emprego, que beneficia profissionais em contato direto com os turistas. Estima-se que 125 mil pessoas já estejam matriculadas no Pronatec desde 2012. Para o primeiro semestre, outras 36 mil vagas estão pactuadas.
Para preparar o setor de turismo para os grandes eventos, em especial a Copa do Mundo FIFA de 2014, o Ministério do Turismo investe no Pronatec Turismo. As aulas para a formação de profissionais estão previstas para começarem no início de março.
“Pretendemos qualificar profissionais para deixar como legado uma imagem positiva do país para os turistas que viajarão pelo país durante os jogos da Copa”, disse o secretário nacional interino de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Carlos Henrique Sobral.
Na Bahia, a programação terá início em 10 de março de 2014. Os interessados podem procurar as Secretarias de Turismo Estaduais e Municipais. Informações das linhas de ação e locais e contatos das Secretarias Estaduais e Municipais estão no site www.pronateccopa.turismo.gov.br e no 0800.606.8484.




cresce a oferta de crédito para o turismo


Bancos públicos investiram R$ 13,5 milhões em hotéis, restaurantes, empresas de transporte e agências de viagem no ano passado
A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil foram as instituições financeiras públicas que mais financiaram o mercado de turismo em 2013.  Juntos, foram responsáveis por 85% do volume de crédito liberado para as empresas do setor, o que representa R$ 11,45 bilhões.

No total, os empréstimos somaram R$ 13,5 bilhões no ano passado, considerando também as operações realizadas pelo Banco Nordeste e Banco da Amazônia e parte das computadas pelo BNDES. Foram beneficiados vários setores da indústria do turismo como hotéis, restaurantes, empresas de transportes e agências de viagens.

A Caixa, que oferece também linha de crédito para o consumidor final, fechou 2013 com R$ 7,16 bilhões em financiamentos para o turismo. O volume equivale a 53% do total. Já o Banco do Brasil, com R$ 4,28 bilhões, participou com 32%.

“Se olharmos a linha do tempo desde 2003, ano em que o MTur foi criado, vemos que os financiamentos para o turismo crescem ano a ano. Alcançamos mais de 1.200% de aumento em treze anos”, comenta o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

Em 2003, o Ministério do Turismo começou a articular com os bancos públicos a criação de linhas específicas para o setor. Desde então, o volume de financiamentos descreve uma linha ascendente, chegando a 2013 com um acumulado de R$ 58,38 bilhões em onze anos.





TAM cria condições especiais para trade comercializar
voos domésticos de junho e julho de 2014
  
Ação visa estimular as vendas para grupos em voos que serão
operados durante a realização do maior torneio do futebol mundial no Brasil

 
A TAM Linhas Aéreas lançou condições especiais para os agentes de viagem que comercializam assentos em voos da companhia para grupos de passageiros, em viagens a serem realizadas durante o principal torneio do futebol mundial no Brasil, entre junho e julho deste ano. A TAM já está comunicando diretamente todo o trade sobre o processo mais ágil das reservas de grupo para viagens no período.
Uma das condições especiais diz respeito ao processamento interno das solicitações de reserva. Os pedidos relacionados a viagens durante o torneio estão sendo analisados pela TAM em caráter de urgência, com prazo máximo de 48 horas.
O incremento da oferta de voos domésticos para junho e julho de 2014 também ampliou as chances dos agentes obterem a reserva de grupos para viagens no período.
Para estimular ainda mais as vendas, a TAM também já está oferecendo uma inédita pontuação tripla no TAM Fidelidade, válida para assentos de voos domésticos para os meses de junho e julho, inclusive para grupos.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014





Copa: Turismo propaga práticas de turismo sustentável


Por meio da campanha Passaporte Verde, Ministério do Turismo assina memorando que propaga práticas de sustentabilidade ambiental entre os principais segmentos do setor, com foco no mundial


O ministro do Turismo, Gastão Vieira, assinou nesta quinta-feira (13), um memorando de entendimento que formaliza uma parceria com o Programa Nacional das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). O objetivo é estimular o uso sustentável dos recursos naturais no turismo.
O papel da pasta será disseminar práticas de sustentabilidade por meio da campanha Passaporte Verde, que estimula o consumo responsável e o uso racional de recursos naturais nos destinos turísticos. O ministério pretende ainda aproveitar os holofotes da Copa do Mundo 2014 para disseminá-las entre o grande público.
A campanha contempla as dimensões ambiental, sociocultural e econômica da sustentabilidade, estimulando a ecoeficiência em hotéis, operadoras, bares e restaurantes, valorizando as experiências culturais autênticas e a sociobiodiversidade e ainda propondo comportamentos sustentáveis para os viajantes.    
“O papel do turismo é gerar desenvolvimento para o país, melhorar a renda da população e preservar os recursos naturais do planeta, funcionar como uma indústria limpa, sua vocação natural”, disse o ministro Gastão Vieira. 
O documento assinado marca a inclusão do Ministério do Turismo em um acordo de cooperação firmado, em 2011, entre os ministérios do Esporte, do Meio Ambiente e o Pnuma.
“O turismo tem um papel fundamental na promoção do consumo sustentável. Isto foi inclusive citado no documento final da Rio+20 e o setor está disposto a se engajar cada vez mais. A campanha Passaporte Verde vai aproveitar a Copa do Mundo e incentivar turistas e os demais cidadãos a viajar e consumir em uma economia de baixo impacto e mais sustentabilidade”, diz Denise Hamú, representante do Pnuma no Brasil.
Na primeira fase da campanha, o MTur vai usar o cadastro de prestadores de serviços turísticos (Cadastur) para convidar os empresários dos setores de alimentação, hospedagem, transportes, agências e parques temáticos, entre outros, para participar da campanha.
O ministério também validará os compromissos de sustentabilidade entre hotéis, bares e restaurantes que o Pnuma desenvolve com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH).
A campanha Passaporte Verde ganhará espaços nos centros de atendimento ao turista das 12 cidades-sede da Copa do Mundo e nos principais destinos turísticos do país. Além disso, levando-se em conta as pesquisas recentes sobre o comportamento do consumidor, serão realizadas ações de comunicação online, principalmente nas redes sociais. As ações previstas na parceria devem se iniciar em março e terão o Mundial como ponto alto.